Home » Rafael Fabro

Mas, porém, contudo, todavia, entretanto,…

[ 03/08/2007 | Nenhum Comentário | Imprimir Imprimir ]

Mais uma vez o Gigante da Beira-Rio nos traz alegrias. Não que estas fossem muito freqüentes no histórico vascaíno, mas, ultimamente, se tornaram. Em 2004, vencemos lá por 3×1, depois de longos 15 anos (por curiosidade, o jogo anterior ao tabu havia sido a histórica passagem para a final do Brasileiro de 89 com um 2×0 marcante para o Vasco). No ano passado, mais uma vitória convincente: 2×1. Que lugar melhor para voltar a vencer fora de casa do que Porto Alegre? Nada mais perfeito para a Nau do Almirante: um 2×0 categórico que nos leva à terceira colocação no Brasileirão, muito perto dos líderes.

Queriam colar o rótulo de time caseiro no Vasco de qualquer jeito como se fosse quase um xingamento.

Comente »

Deixe seu comentário abaixo, ou trackback do seu próprio site. Você também pode acompanhar os comentários via RSS.

Seja educado. Evite palavrões. Mantenha-se no tópico. Sem spam.


− 3 = 4